Thursday, October 23, 2008

Momento Revivalista do Dia



Perfume


Ela virou-se e disse:
- Olá!
A fugaz inclinação amistosa desapareceu logo que verificou que o arguido não lhe prestava atenção.
- Muito bem, se é assim… - virou-se para o outro lado, furiosa com ele e consigo mesma.
- As origens e utilizações dos perfumes remontam às origens da civilização – começou. Ela voltou-se de repente, parecendo surpreendida. Ele continuou:
- A Bulgária é famosa pelas suas essências de rosas, a França produz perfumes de jasmim, junquilho, jacinto e outros que tais iniciados em jota, a Jugoslávia especializou-se no musgo de carvalho, …, mas onde diabo foi você arranjar esse perfume tão diferente?
Fez-se silêncio, Quando saiu do seu espanto, retorquiu, ligeiramente abespinhada:
- Isso é um elogio ou um insulto?
- Nada disso – atalhou – é apenas uma pergunta.
Ela começou a ficar atrapalhada. Quando uma mulher começa a ficar atrapalhada, nunca mais sai dessa, sem ajuda.
- Não é obrigada a responder – recuou, com um sorriso – mas olhe que é agradável…
Respirou, aliviada. Que tipo mais estranho e inquietante…

- C@nd., 17 de Junho de 1980.

Post a Comment