Friday, October 3, 2008

Falácia do Dia


Falácia do Espantalho


O argumentador, em vez de atacar o melhor argumento do seu opositor, ataca um argumento diferente, mais fraco ou tendenciosamente interpretado. Infelizmente é uma das "técnicas" de argumentação mais usadas. O argumento oposto é mal representado, sendo que os opositores são desarmados, apesar de apresentarem argumentos mais fortes. A falácia do espantalho, uma das mais utilizadas pelos que que não conseguem sequer compreender os temas em debate, basicamente consiste em desviar a discussão para assuntos laterais, fugindo assim à discussão do que está em causa com um ou mais argumentos sem nada a ver, com especial predilecção por aqueles que podem ser interpretados tendenciosamente por uma faixa larga do público alvo. Assim, passam a imagem de que os argumentos do oponente foram rebatidos quando na realidade nem sequer os abordam.

Exemplos:

1. As pessoas que querem legalizar o aborto, querem prevenção irresponsável da gravidez. Mas nós queremos uma sexualidade responsável. Logo, o aborto não deve ser legalizado.
2. Devemos manter o recrutamento obrigatório. As pessoas não querem o fazer o serviço militar porque não lhes convém. Mas devem reconhecer que há coisas mais importantes do que a conveniência.

- Stephen Downes


Post a Comment