Tuesday, December 27, 2011

História do Ano



A CIGARRA E A FORMIGA

(Versões alemã e portuguesa)


Versão alemã:

A formiga trabalha durante todo o Verão debaixo de Sol. Constrói a sua casa e enche-a de provisões para o Inverno.
A cigarra acha que a formiga é burra, ri, vai para a praia, bebe umas bejecas, dá umas quecas, vai ao Rock in Rio e deixa o tempo passar.
Quando chega o Inverno a formiga está quentinha e bem alimentada. A cigarra está cheia de frio, não tem casa nem comida e morre de fome.


FIM

Versão portuguesa:

A formiga trabalha durante todo o Verão debaixo de Sol. Constrói a sua casa e enche-a de provisões para o Inverno.

A cigarra acha que a formiga é burra, ri, vai para a praia, bebe umas bejecas, dá umas quecas, vai ao Rock in Rio e deixa o tempo passar.
Quando chega o Inverno a formiga está quentinha e bem alimentada. A cigarra, cheia de frio, organiza uma conferência de imprensa e pergunta porque é que a formiga tem o direito de estar quentinha e bem alimentada enquanto as pobres cigarras, que não tiveram sorte na vida, têm fome e frio.

A televisão organiza emissões em directo que mostram a cigarra a tremer de frio e esfomeada ao mesmo tempo que exibem vídeos da formiga em casa, toda quentinha, a comer o seu jantar com uma mesa cheia de coisas boas à sua frente.

A opinião pública tuga escandaliza-se porque não é justo que uns passem fome enquanto outros vivem no bem bom. As associações anti-pobreza manifestam-se diante da casa da formiga. Os jornalistas organizam entrevistas e mesas redondas com montes de comentadores que comentam a forma injusta como a formiga enriqueceu à custa da cigarra e exigem ao Governo que aumente os impostos da formiga para contribuir para a solidariedade social.

A CGTP, o PCP, o BE, os Verdes, a Geração à Rasca, os Indignados e a ala esquerda do PS com a Helena Roseta e a Ana Gomes à frente e o apoio implícito do Mário Soares organizam manifestações diante da casa da formiga.

Os funcionários públicos e os transportes decidem fazer uma greve de solidariedade de uma hora por dia (os transportes à hora de ponta) de duração ilimitada.

Fernando Rosas escreve um livro que demonstra as ligações da formiga com os nazis de Auschwitz.


Para responder às sondagens o Governo faz passar uma lei sobre a igualdade económica e outra de anti descriminação (esta com efeitos retroactivos ao princípio do Verão).

Os impostos da formiga são aumentados sete vezes e simultaneamente é multada por não ter dado emprego à cigarra. A casa da formiga é confiscada pelas Finanças porque a formiga não tem dinheiro que chegue para pagar os impostos e a multa.

A formiga abandona Portugal e vai-se instalar na Suíça onde, passado pouco tempo, começa a contribuir para o desenvolvimento da economia local.

A televisão faz uma reportagem sobre a cigarra, agora instalada na casa da formiga e a comer os bens que aquela teve de deixar para trás.


Embora a Primavera ainda venha longe já conseguiu dar cabo das provisões todas organizando umas "parties" com os amigos e umas "raves" com os artistas e escritores progressistas que duram até de madrugada. Sérgio Godinho compõe a canção de protesto "Formiga fascista, inimiga do artista...".

A antiga casa da formiga deteriora-se rapidamente porque a cigarra está-se cagando para a sua conservação. Em vez disso queixa-se que o Governo não faz nada para manter a casa como deve de ser. É nomeada uma comissão de inquérito para averiguar as causas da decrepitude da casa da formiga. O custo da comissão (interpartidária mais parceiros sociais) vai para o Orçamento de Estado: são 3 milhões de euros por ano. Enquanto a comissão prepara a primeira reunião para daí a três meses, a cigarra morre de overdose.

Rui Tavares comenta no Público a incapacidade do Governo para corrigir o problema da desigualdade social e para evitar as causas que levaram a cigarra à depressão e ao suicídio.

A casa da formiga, ao abandono, é ocupada por um bando de baratas, imigrantes ilegais, que há já dois anos que foram intimadas a sair do País mas que decidiram cá ficar, dedicando-se ao tráfego da droga e a aterrorizar a vizinhança.

Ana Gomes, "um pouco" a despropósito, afirma que as carências da integração social se devem à compra dos submarinos, faz uma relação que só ela entende entre as baratas ilegais e os voos da CIA e aproveita para insultar Paulo Portas.

Entretanto o Governo felicita-se pela diversidade cultural do País e pela sua aptidão para integrar harmoniosamente as diferenças sociais e as contribuições das diversas comunidades que nele encontraram uma vida melhor.

A formiga, entretanto, refez a vida na Suíça e está quase milionária...

FIM

- A. D.

Thursday, December 8, 2011

Anedota do Mês

ASNO

No curso de Medicina, o professor dirige-se ao aluno e pergunta: 
- Quantos rins nós temos? 
- Quatro! Responde o aluno. 
- Quatro? Replica o professor, arrogante, daqueles que sentem prazer em gozar com os erros dos alunos.
- Traga um fardo de palha, pois temos um asno na sala - ordena o professor ao seu auxiliar.
- E para mim um cafézinho! - replicou o aluno ao auxiliar. 
O professor fica irado e expulsa o aluno da sala. Ao sair, o aluno ainda teve a audácia de corrigir o furioso mestre: 
- O senhor perguntou-me quantos rins 'NÓS TEMOS'. 'NÓS' temos quatro: dois meus e dois seus. 'NÓS' é uma expressão usada para o plural.Tenha um bom apetite e delicie-se com o capim.

- A. D.

Tuesday, November 22, 2011

Monday, September 12, 2011

Pensamento da Semana


Não pretendemos que as coisas mudem, se sempre fazemos o mesmo.

A crise é a melhor benção que pode ocorrer com as pessoas e os países, porque a crise traz progressos.

A criatividade nasce da angústia, como o dia nasce da noite escura.

É na crise que nascem as invenções, os descobrimentos e as grandes estratégias.

Quem supera a crise, superou-se a si mesmo, não foi "superado".


Quem atribui à crise os seus fracassos e penúrias, violenta o seu próprio talento e tem a ver mais com os problemas do que com as soluções.

A verdadeira crise é a crise da incompetência.

O inconveniente das pessoas e dos países é a esperança de encontrar saídas e soluções fáceis.

Sem crise não há desafios, sem desafios, a vida é uma rotina, uma lenta agonia. Sem crise não há mérito.

É na crise que se aflora o melhor de cada um.

Falar de crise é promovê-la, e calar-se sobre ela é exaltar o conformismo.

Em vez disso, trabalhemos duro. Acabemos de uma vez com a única crise ameaçadora, que é a tragédia de não querer lutar para superá-la.




- Albert Einstein

Friday, August 12, 2011

Frase do Mês

O pior da ignorância é que vai adquirindo confiança, à medida que se prolonga. 

– A. D.

Humor do Mês

Para sacana, sacana e meio...


Dois casais amigos jogam cartas a seguir ao jantar. Às tantas, o Chico, o homem da casa, deixa cair acidentalmente o baralho ao chão. Ao baixar-se por baixo da mesa para as apanhar, verifica que a Francisca, a amiga visitante, não tem nada por baixo da saia e fica perturbado pela visão...

Um pouco depois, o Chico vai à cozinha para buscar mais umas bebidas e a Francisca acompanha-o para o ajudar...

De repente a Francisca pergunta ao Chico: 

- Notei que deves ter gostado do que viste quando estiveste debaixo da mesa. Por acaso estás interessado em experimentar? Basta que me dês 250 Euros e eu sou toda tua por uma tarde...

O Chico nem pensou duas vezes: 

- Claro que quero! Pode ser Sexta Feira à tarde, em tua casa?

(...)

Sexta à tarde, o Chico lá foi ter a casa da Francisca, deu-lhe os 250 Euros como combinado e seguiram-se duas horas de sexo escaldante...

Despediram-se visivelmente satisfeitos e uma hora depois chegou o Ricardo, melhor amigo do Chico e marido da Francisca. Beijam-se como sempre e o Ricardo pergunta à Francisca: 

- O Chico veio cá?


A Francisca ficou bastante comprometida, com medo que ele desconfiasse de alguma coisa, mas responde:

- Sim... 

E o Ricardo:

- E deixou o dinheiro?


Ela (ainda mais preocupada):

- Sim, 250 Euros...


Responde o Ricardo: 

- Vês como se ainda pode confiar nos amigos? Passou lá esta manhã no meu emprego a pedir-me o dinheiro emprestado e prometeu que pagaria sem falta ainda esta tarde. E cumpriu!

- A. D.

Thursday, August 11, 2011

Frase da Semana


Àquele que ordenou meia garrafa de vinho, faltar-lhe-á sempre a outra meia. 

- Gomez de La Serna

Pensamento da Semana


A Janela e o Espelho

Os executivos de nível cinco olham pela janela para atribuir mérito a factores exteriores a eles próprios quando as coisas correm bem (e, se não conseguem encontrar uma pessoa ou um acontecimento em particular a quem dar mérito, apontam para a boa sorte). Ao mesmo tempo, miram o espelho para distribuir responsabilidades, nunca culpando a má sorte quando as coisas correm menos bem.

- Jim Collins

Humor Anarco-Sexista da Semana


A falta de sexo provoca amnésia e outras merdas que agora não me lembro...

– A. D.

Provérbio Brasileiro da Semana

Jibóia não corre, mas pega veado.

Monday, August 1, 2011

Frase da Semana

Não é o mais forte da espécie que sobrevive, nem o mais inteligente, mas sim aquele que melhor se adapta à mudança.

- Charles Darwin

Humor Machista da Semana

O melhor movimento feminino ainda é o dos quadris.

- Millor Fernandes

Provérbio da Semana

Gado de bico nunca fez o dono rico.

Friday, July 29, 2011

Comparação Enófila da Semana

A diferença entre o enólogo e o enófilo: O enólogo é aquele que, diante do vinho, toma decisões e o enófilo é aquele que, diante das decisões, toma vinho”. 

– Luiz Groff

Tuesday, July 26, 2011

Frase da Semana

Quando há incongruência entre a palavra e a linguagem corporal, é provável que a verdade esteja na última.

– Arménio Rego

Monday, July 25, 2011

Poema da Semana

O GUARDADOR DE REBANHOS - TOMO XXXVI

E há poetas que são artistas
E trabalham nos seus versos
Como um carpinteiro nas tábuas!...

Que triste não saber florir!
Ter que pôr verso sobre verso, como quem constrói um muro
E ver se está bem, e tirar se não está!...
Quando a única casa artística é a Terra toda
Que varia e está sempre bem e é sempre a mesma.

Penso nisto, não como quem pensa, mas como quem respira,
E olho para as flores e sorrio...
Não sei se elas me compreendem
Nem se eu as compreendo a elas,
Mas sei que a verdade está nelas e em mim
E na nossa comum divindade
De nos deixarmos ir e viver pela Terra
E levar ao colo pelas Estações contentes
E deixar que o vento cante para adormecermos
E não termos sonhos no nosso sono.

- Alberto Caeiro (Fernando Pessoa)

Provérbio da Semana

Folguemos enquanto podemos, que noutra hora choraremos.

Sunday, July 24, 2011

Humor da Semana

Errar é humano. Persistir no erro é jornalismo.


- Frase citada por Carlos Magno a propósito do erro jornalístico que criou o boato da existência de um desvio colossal nas contas públicas.

Monday, July 18, 2011

Frase da Semana

A maior razão para não conhecer as respostas é não ter feito as perguntas.

– A. D. 

Poema Enófilo da Semana

Por mais raro que seja, ou mais antigo,
Só um vinho é deveras excelente.
Aquele que tu bebes, docemente,
Com teu mais velho e silencioso amigo.

- Mário Quintana

Comparação de Humor Negro da Semana

Recessão é quando o teu vizinho perde o seu trabalho. Depressão é quando tu perdes o teu...

- Ronald Reagan

Provérbio da Semana

Em ares que limpam de noite e em mulher de outrem... não há que fiar.

Friday, July 8, 2011

Pensamento Magro da Semana

Se alguma vez alguém nos escrever com uma queixa, devemos sempre encará-la como culpa potencial nossa – ou por não termos sido suficientemente claros, ou por não termos feito algo funcionar da maneira que deveríamos. 

- Jason Fried, pensador magro.

Slogan da Semana

De que são feitos os sonhos? É que nós só sabemos aonde…

Les rêves, il sont faits de quoi? Nous venons de savoir où…

What dreams are made of? We just know where...






Tuesday, July 5, 2011

Frase da Semana

Maturidade é aceitar a responsabilidade de ser autêntico, seja a que preço for. A maturidade consiste em arriscar tudo para se ser autêntico.

- Osho

Instrução da Semana

Não repitas tácticas que te deram uma vitória, deixa antes que os teus métodos sejam ditados pela infinita variedade das circunstâncias.

– Sun Tzu

Humor Machista da Semana

A maior pergunta... a que eu não consigo obter resposta... é, "O que é que a mulher quer"?

– Dumas

Provérbio da Semana

De rico a soberbo não há palmo inteiro. —  Associat dives tumidos opulentia fastus.

Monday, June 27, 2011

Frase da Semana

As pessoas mudam. E, frequentemente, transformam-se naquelas pessoas que sempre disseram que nunca seriam.

– A. D.

Wednesday, June 22, 2011

Definição da Semana

A liberdade é a possibilidade do isolamento. Se te é impossível viver só, nasceste escravo.

- Fernando Pessoa

Monday, June 20, 2011

Instrução da Semana

Nunca comece com o amanhã para alcançar a eternidade. A eternidade nunca se alcança com pequenos passos.

– John Donne

Provérbio da Semana

Não se procuram penas onde há escamas.

- Provérbio Peruano

Tuesday, June 7, 2011

Frase Irónica da Semana

A comunicação clara só pode causar-lhe aflições. Lembre-se que a melhor maneira de nunca cometer um erro é não tomar qualquer posição. Não caia, pois, na armadilha de pretender comunicar com clareza.

- Adams

Instrução de Gestão da Semana

Há apenas três regras para uma gestão sensata: escolher as pessoas certas, aconselhá-las a não cortarem a direito e exigir-lhes o máximo. Mas o mais importante é encontrar as pessoas certas.

– Adlai Stevenson

Comparação da Semana

A diferença entre o remédio e o veneno está na quantidade.

– A. D.

Provérbio da Semana

De pequenas coisas germinam as grandes – De parvis grandis acervus erit.

Wednesday, June 1, 2011

Humor da Semana

Um homem bem sucedido morreu e deixou tudo à sua dedicada esposa. Ela era uma bela mulher e estava determinada a conservar a herdade enorme que o marido lhe deixara, mas sabia muito pouco das actividades da herdade, por isso, decidiu colocar um anúncio no jornal para contratar um empregado.


Dois homens candidataram-se ao emprego. Um era larilas, o outro, um bêbado. Ela pensou muito seriamente sobre o assunto, e, como mais ninguém se candidatou, decidiu contratar o candidato larilas, pensando que seria mais seguro tê-lo perto de casa do que um bêbado.


Entretanto ele revelou-se um excelente trabalhador, pois fazia longas horas de trabalho por dia e sabia imenso do trabalho da herdade.


Durante semanas a fio, ambos trabalharam muito e a herdade estava muito bem. Então, um dia, a viúva disse ao empregado:


- Fizeste um óptimo trabalho e está tudo impecável. Já é tempo de ires até à cidade e divertires-te um bocado.


O empregado concordou e no sábado à noite foi até à cidade. No entanto, já era 2 da manhã e ele não voltava. 3 da manhã, e empregado, nada!...

Finalmente, pelas 4, lá regressou e à sua espera, sentada numa cadeira, com um copo de vinho na mão, estava a viúva. Chamou-o para junto dela e disse-lhe:


- Tira os meus sapatos.

Ele fez o que ela disse, muito lentamente.

- Agora, tira a minha blusa.

A tremer, ele fez o que ela pediu.

- Agora, tira a minha saia.

Ele tirou com muita gentileza deslizado a saia pelas pernas e colocou-a junto à blusa no chão...

- Agora, tira o meu soutien.

Novamente, com as mãos a tremer, ele fez o que lhe era dito e deixou-o cair no chão.

- Agora… tira as minhas cuecas.

Nervoso, e a observar constantemente os olhos dela, ele puxou-as suavemente para baixo e tirou-as.

Então, ela olhou bem para ele e disse-lhe:

- Se voltares a usar as minhas roupas para ir à cidade, DESPEÇO-TE!


- A. D.

Monday, May 30, 2011

Frase da Semana

Há momentos que, a serem prolongados, se desprestigia o assunto deles.

– Agustina Bessa Luís

Humor Machista da Semana

Não deixes de te casar. Se conseguires uma boa esposa, serás feliz. Se não conseguires, serás filósofo.

- Sócrates, filósofo grego (não confundir com pinóquios)

Provérbio da Semana

Cada qual tem o seu pedaço de mau caminho.

Saturday, May 28, 2011

Porto da Semana


Oh meu Porto onde a eterna mocidade
Diz à gente o que é ser nobre e leal
Teu pendão leva o escudo da cidade
Que na história deu o nome a Portugal.

Oh campeão, o teu passado
É um livro de honra de vitórias sem igual
O teu brasão abençoado
Tem no teu Porto mais um arco triunfal


Porto, Porto, Porto, Porto
Porto, Porto, Porto, Porto
Porto, Porto


Quando alguém se atrever a sufocar
O grito audaz da tua ardente voz
Oh, Oh, Porto, então verás vibrar
A multidão num grito só de todos nós


Oh campeão, o teu passado
É um livro de honra de vitórias sem igual
O teu brasão abençoado
Tem no teu Porto mais um arco triunfal


Porto, Porto, Porto, Porto
Porto, Porto, Porto, Porto
Porto, Porto.

- A. D.


Wednesday, May 25, 2011

Visão da Semana

O Tetraedro Portista:

As razões do sucesso portista assentam na contratação de pessoas que com base em quatro vértices / pilares: Competência, que conduz à eficácia; Rigor, que acarreta disciplina e eficiência; Ambição, que se traduz em vontade de vencer e, finalmente, Paixão, que permite a superação de si mesmo.

Fonte: Jorge Nuno Pinto da Costa, em entrevista à RTP.

Apresentação da Semana

Vídeo da Semana

Monday, May 23, 2011

Frase da Semana

Ter a perspectiva de que a liderança é a resposta para tudo é o equivalente moderno a dizer que Deus é a resposta para tudo (…) Sempre que atribuímos tudo à liderança, estamos a pensar como as pessoas do século XVI. Admitimos simplesmente a nossa ignorância.

– Jim Collins

Humor Sexista da Semana

Quando sou boa, sou óptima. Mas, quando sou má, sou muito melhor.

- Mae West

Definição da Semana

O design é a actividade de criar soluções.

– Frank Nuovo

Provébio da Semana

Burro calado por sábio é contado.

Monday, May 16, 2011

Frase da Semana

Compromisso individual para com o esforço colectivo – é isto que faz funcionar a equipa, a empresa, a sociedade e a civilização.

– Vince Lombardi, treinador de futebol americano.

Poema da Semana

O luar através dos altos ramos,
Dizem os poetas todos que ele é mais
Que o luar através dos altos ramos.
Mas para mim, que não sei o que penso,
O que o luar através dos altos ramos
É, além de ser
O luar através dos altos ramos,
É não ser mais
Que o luar através dos altos ramos.

- Alberto Caeiro (Fernando Pessoa)

Argumento Feminino da Semana

Se você não sabe porque estou chateada, também não sou eu quem te vai explicar! 

- A. D.

Provérbio da Semana

A experiência é o espelho da inteligência.

Thursday, May 12, 2011

Frase da Semana

A indecisão e os adiamentos são a origem do fracasso. 

– George Canning

Provérbio da Semana

Vale mais uma imagem do que mil palavras.

Thursday, May 5, 2011

Frase da Semana

Viver não é esperar que as tempestades passem, mas aprender como dançar à chuva.

– A. D.

Monday, May 2, 2011

Pensamento da Semana

Dois conceitos opostos no mundo das significâncias: O Domínio Público e o Domínio Privado...

Na era pós-moderna, o "Público" começa a erodir as fronteiras do "Privado", tomando-lhe o controlo.

Os indivíduos apanhados por esta cultura massificante ​​refugiam-se nas imagens, porquanto insistem em pensar que a única forma de existir é ser-se notado. Como a identidade é formada através da imagem, as normas éticas / religiosas são substituídas por critérios de consumo, como aqueles que são lançados pela moda.

Hoje as ruas são palcos e as pessoas actores. E os designers são os dramaturgos, os "santos da arena pública." Lançando o sagrado de lado, o mundo submete-se aos designers em busca de um novo sagrado. E o espectáculo começa.

- Fatma Karabiyk Barbaroso (tradução livre)

Slogan da Semana

Há por aí alguns vendedores de sonhos. Nós oferecemos.

Il ya des vendeurs de rêves. Nous les offrons.

We are not dream sellers. We offer them. 

Provérbio da Semana

Todo o burro come palha, o que é preciso é saber dar-lha.

Thursday, April 28, 2011

Frase da Semana

Vencer requer disciplina e estrutura. Construir isso enquanto se vai avançando é uma receita para o desastre.

– Michael Hammer

Tuesday, April 26, 2011

Poema da Semana

A Portugal

Esta é a ditosa pátria minha amada. Não.
Nem é ditosa, porque o não merece.
Nem minha amada, porque é só madrasta.
Nem pátria minha, porque eu não mereço
A pouca sorte de nascido dela.

Nada me prende ou liga a uma baixeza tanta
quanto esse arroto de passadas glórias.
Amigos meus mais caros tenho nela,
saudosamente nela, mas amigos são
por serem meus amigos, e mais nada.

Torpe dejecto de romano império;
babugem de invasões; salsugem porca
de esgoto atlântico; irrisória face
de lama, de cobiça, e de vileza,
de mesquinhez, de fátua ignorância;
terra de escravos, cu pró ar ouvindo
ranger no nevoeiro a nau do Encoberto;
terra de funcionários e de prostitutas,
devotos todos do milagre, castos
nas horas vagas de doença oculta;
terra de heróis a peso de ouro e sangue,
e santos com balcão de secos e molhados
no fundo da virtude; terra triste
à luz do sol calada, arrebicada, pulha,
cheia de afáveis para os estrangeiros
que deixam moedas e transportam pulgas,
oh pulgas lusitanas, pela Europa;
terra de monumentos em que o povo
assina a merda o seu anonimato;
terra-museu em que se vive ainda,
com porcos pela rua, em casas celtiberas;
terra de poetas tão sentimentais
que o cheiro de um sovaco os põe em transe;
terra de pedras esburgadas, secas
como esses sentimentos de oito séculos
de roubos e patrões, barões ou condes;
ó terra de ninguém, ninguém, ninguém:

eu te pertenço. És cabra, és badalhoca,
és mais que cachorra pelo cio,
és peste e fome e guerra e dor de coração.
Eu te pertenço mas ser's minha, não

- Jorge de Sena, Dezembro de 1961